segunda-feira, 16 de novembro de 2009

PMDB ameaça lançar candidatura própria à Presidência para se defender de culpa por apagão

A notícia, completa, está aqui.

Tenho pra mim que vai começar a briga de foice. No escuro.

sábado, 7 de novembro de 2009

Dilma ensaia tom eleitoral, chama oposição de 'incompetente' e ataca imprensa

O título acima é de uma nota do UOL Notícias, íntegra aqui.

A ministra, esganchada num boçal que tem 80% de aprovação popular, que se orgulha de sua competência e capacidade de gestão, e apesar da candidatura declarada, ainda que não registrada, consegue miseráveis 15% em qualquer pesquisa que se fizer. Já a oposição, apesar de sua "incompetência", sem um candidato claramente definido, consegue 40%. Como dizia o macaco aquele, do programa aquele: não precisa explicar, eu só queria entender.

Talvez seja por este motivo que eles querem abolir a democracia que chamam de "representativa" – como se a democracia precisasse de rótulos – por uma imbecilidade chamada de democracia "participativa". Ou seja, danem-se a constituição e as leis. O que vale é a popularidade do governante da vez. E tome bolsa isso, bolsa aquilo...

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Meninos desobedientes

Reproduzo abaixo uma postagem d'O Filtro, da revista Época:

"3. Meninos desobedientes
O Senado desobedeceu à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e manteve no cargo o senador Expedito Júnior (PSDB-RO), depois de encaminhar o caso para ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. A posse do substituto teve de ser desmarcada. O senador Expedito Júnior foi cassado pela Justiça Eleitoral de Rondônia em 2008, decisão confirmada pelo STF em junho deste ano, por abuso de poder econômico e compra de votos na eleição de 2006. Na semana passada, o STF mandou o segundo colocado nas eleições, Acir Marcos Gurgacz (PDT-RO), assumir o lugar de Expedito. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), mandou publicar a decisão e convocou o pedetista a assumir a cadeira, mas ao mesmo tempo reuniu a Mesa Diretora para deliberar sobre o assunto. Mais uma vez, ficou decidido ignorar o Supremo e aceitar o recurso de Expedito ontem para que ele pudesse se defender na CCJ. A decisão revoltou o PDT, que promete ingressar no Supremo para comunicar o que considera uma insubordinação do Senado. De acordo com a Folha (para assinantes), Sarney admitiu que a decisão pode ser interpretada como uma afronta ao STF e, por isso, disse que votou contra o adiamento."

Tenho pra mim que estamos assistindo a um teste. Se um poder desacreditado, presidido por um cidadão abaixo de todas as suspeitas, pode afrontar uma decisão do STF, esgrimindo a independência, mas desrespeitando a harmonia entre os poderes, o que não poderá o chefe popularíssimo do poder executivo?

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Ainda sobre governantes "duas caras"

Leio uma entrevista do presidente Lula ao jornal Folha de São Paulo, que me surpreende positiva e negativamente. Explico. Muitas respostas parecem francas e diretas.

Como esta, por exemplo:

FOLHA - A crítica básica do Serra é a seguinte: o Banco Central jogou fora na crise um bilhete premiado, que seria a oportunidade de baixar mais os juros sem custo. Agora, a crise acabou, a taxa está alta, pode ter que aumentar e jogou fora o bilhete premiado?
LULA - Vivi os dois lados. Quando se é oposição, você acha, pensa, acredita. Quando é governo, faz ou não faz. Toma decisão. O Serra participou de um governo oito anos. Tiveram condições de tomar decisões e não tomaram. Obviamente, qualquer um que for presidente, tem o direito de tomar a posição que bem entender...

***
Ele está certo. O chefe do executivo ouve (ou pelo menos deveria), pondera e decide. Se acertar, maravilha; se errar, aguenta.

Ou estas:

FOLHA - E sua ordem para normalizar o pagamento da restituição do IR?
LULA - Não havia nada de anormal. No Brasil, já tivemos momentos em que a devolução atrasou. No nosso governo, tivemos momentos em que adiantou.

FOLHA - O ministro da Fazenda disse que estava atrasado, e o sr. deu a ordem para acelerar.
LULA - Lógico, porque tem que pagar. Nós precisamos de consumo. Precisamos que o povo tenha dinheiro para comprar. Falei com o Guido [Mantega]: Guido, nós precisamos que o povo tenha dinheiro para comprar. O povo tem de ter o dinheiro em dezembro.

***
Pelo menos não é nenhuma esmola ou bolsa qualquer coisa, é o dinheiro voltando pro bolso de onde não precisaria ter saído, se a retenção na fonte não fosse tão distorcida.

Por outro lado:

FOLHA - O sr. não teme a repercussão negativa entre os judeus do encontro com o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad?
LULA - Muito pelo contrário. Não estou preocupado com judeus nem com árabes. Estou preocupado com a relação do estado brasileiro com o estado iraniano. Temos uma relação comercial, queremos ter uma relação política, e eu disse ao presidente Barack Obama (EUA), ao presidente Nicolas Sarkozy (França) e à primeira-ministra Angela Merkel (Alemanha) que a gente a não vai trazer o Irã para boas causas se a gente ficar encurralando ele na parede. É preciso criar espaços para conversar.

***
Deplorável. Para alguém que se pretende um estadista, a manifestação é, no mínimo, absurda. A relação com o estado iraniano não exclui a condenação das barbaridades ditas por Ahmadinejad. Mais ainda, estes "afagos" significam um acinte aos judeus nascidos e/ou residentes no Brasil, dos quais Lula, tenham ou não votado nele, é presidente.

Quando parecia que não podia piorar:

FOLHA - A imprensa não tem de ser fiscal do poder?
LULA - Para ser fiscal, tem o Tribunal de Contas da União, a Corregedoria-Geral da República, tem um monte de coisas. A imprensa tem de ser o grande órgão informador da opinião pública. Essa informação pode ser de elogios ao governo, de denúncias sobre o governo, de outros assuntos. A única que peço a Deus é que a imprensa informe da maneira mais isenta possível, e as posições políticas sejam colocadas nos editoriais.

***
Poderia citar Millôr: "Imprensa é oposição. O resto é relações públicas." Prefiro as sábias palavras de minha vó: Quem não deve, não teme.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Lula diz que Brasil teve governantes 'duas caras'

O boçal(cheio de bossa) que nos governa fez a declaração que dá título ao post em visita à obras do rio São Francisco, em Buritizeiro (MG). Leia a notícia completa aqui.

Já ele, como se sabe, tem uma só. Quanto ao material de que é feita, digamos que um óleozinho de peroba cai bem.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Sem-terra teriam levado notebooks e filmadoras do prédio do Incra

O título é de uma nota que pode ser lida na íntegra aqui, publicada em ZeroHora.com.

Alquém ainda acha que é um movimento social?

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Após conversa com Lula, Mercadante recua e fica na liderança

O título do post é a manchete de uma nota do Terra, que você lê aqui.

Ao lê-la não me ocorreu buscar outro significado para a palavra irrevogável, mas para: servilismo, sabujice e principalmente para caráter.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

"Aqui todo mundo tem juízo"

O título do post é a declaração de um graúdo petista, segundo a notícia publicada no Radar OnLine, do Lauro Jardim, que reproduzo abaixo, em itálico:

"- Estamos todos estupefatos com o modo com que o Lula tratou o assunto José Sarney, que está na origem dessa confusão toda. Estamos todos desgostosos com o Lula. Mas aqui todo mundo tem juízo: ninguém o enfrentará”.

Juízo, talvez. Já vergonha na cara, hombridade e outros atributos que se exige – não se espera, apenas – de um homem público...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

No Twitter, senador do PT justifica voto pró-Sarney

Está publicado no G1: "Delcídio Amaral (PT-MS) disse que assumiu o 'ônus' de ser governo". A notícia na íntegra está aqui.

E o ônus de ser digno, íntegro e honesto, senador?

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

"Ah, manda ele..."

O título do post é uma frase do senador Fernando Collor em resposta a um repórter que o informava de uma possível representação do senador Pedro Simon contra ele, Collor.

A arrogância, a soberba e a prepotência do senador por Alagoas são por demais conhecidas. Já o linguajar não será uma decorrência do convívio estreito com o ignorante que nos governa?

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Para Lula, saída de Sarney não é problema seu

A notícia é da Veja OnLine, e pode ser lida aqui.

Como já era de se esperar, o rato está abandonando o navio.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Governo reafirma apoio a José Sarney

Você pode ler a notícia, da Veja OnLine, aqui.

Percebe-se, cada vez mais, que não se trata de governabilidade coisa nenhuma. Trata-se de uma operação destinada a não permitir que a sujeira e a patifaria, acumuladas ao longo de dois mandatos, sejam descobertas.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Clyde, o cachorro cego com cão guia

A notícia tá lá na Veja Online.

Será que não tem cão guia pra governante cego? Tem um aí que tá precisando – não vê nada, não sabe nada... – desesperadamente.
Pensado bem: melhor não. Maltratar um animal, nem pensar.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Lula brinca com interesse em relação à crise no Senado

A notícia tá lá no Terra.

E lá no corpo da nota pode-se ler(o grifo é meu):

"...Ao discursar em uma feira de produtos orgânicos, ele afirmou que, mesmo falando sobre políticas de preservação do meio ambiente, a única pergunta da imprensa seria sobre o Senado. "Não vai haver uma única pergunta sobre cana", disse o presidente. ..."

Não vai haver mesmo, presidente. Como disse FHC: em casa de enforcado não se fala em corda.

Seguro-desemprego tem saque recorde e conta do FGTS piora no semestre

Leia a notícia completa, da Folha OnLine, aqui.

Só resta acrescentar: Olha a marolinha aí, gente!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Lula pede a novo procurador que tome cuidado com biografia de investigados

A íntegra da notícia, do G1, está aqui.

Presume-se que o Produrador Geral da República deva trabalhar com total independência. Do ponto de vista do ignorante que nos governa, que já declarou existirem cidadãos comuns e especiais, é preciso analisar biografias antes de investigar, como se a aplicação da lei dependesse de curriculum. Sendo assim, caluda, sr. procurador, o homem tá de olho no senhor.

Gravações ligam Sarney a Agaciel e a atos secretos

A notícia, da Veja OnLine, pode ser lida na íntegra aqui.

Apesar de todas as evidências, acumuladas ao longo das últimas semanas, não é possível iludir-se. Lula, o ignorante que nos governa, preservará o aliado. É mais importante eleger a trambiqueira Dilma (mentiu no curículum, lembram?) do que restaurar a moralidade. Interessa, sim, manter a sujeira escondida e a quadrilha a salvo.

Governo anuncia hoje saída de Buchmann

A notícia está no blog de André Machado, e pode ser lida aqui.

Belo governo: sai o reto pra não incomodar o torto.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), discute com manifestantes em frente à sua casa em Porto Alegre

A "serenidade" e o "equilíbrio" demonstrados pela governadora no episódio não são nada tranquilizadores.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Em Alagoas, Lula critica antecessores e elogia apoio de Collor e Renan

A notícia, no Globo, não pode surpreender. Afinal, que se pode esperar desta gentalha?

terça-feira, 14 de julho de 2009

— Tudo é permitido desde que a lei não proíba. Isso é da cultura brasileira. (Edison Lobão, Ministro da Energia)

Só se for da sua cultura, ministro. Da minha não, posso lhe garantir.

O trecho da entrevista do ministro, concedida à Rádio Gaúcha, está no blog de Rosane de Oliveira.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Homem morre durante corrida de touros em Pamplona

A notícia completa aqui.

Pensem o que quiserem, mas eu, sinceramente, não sinto muito.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Dilma admite erro em currículo e diz que não sabe se foi "jubilada" no doutorado

Leia a notícia completa aqui.

Saiba o que diz o Código Penal (os grifos são meus):

Falsidade Ideológica

Art. 299 - Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante:

Pena - reclusão, de 1 (um) a 5 (cinco) anos, e multa, se o documento é público, e reclusão de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa, se o documento é particular.

Depois de um ignorante, tentam nos impingir uma espertalhona.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Desvio de R$ 1,1 milhão ameaça programa de vacina para Aids

Tá n´O Filtro, de Juliano Machado.

E alguém acha que com o dinheiro da Copa 2014 vai acontecer algo diferente?

sexta-feira, 3 de julho de 2009

O senador Aloisio Mercadante oscila entre o "foraSarney" e o "ficaSarney"

O ilustre senador por São Paulo ainda não decidiu qual a posição que deve assumir: de quatro ou de joelhos. Meu conselho, se me permite a ousadia, é: tanto faz, senador. A espinha, nessas alturas, já perdeu a rigidez e Vossa Excelência, a dignidade.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Sarney decide sair

Tá no Radar On-Line, de Lauro Jardim.

Fico me perguntando: A carta de renúncia vai ser secreta?

segunda-feira, 29 de junho de 2009

José Múcio diz que apoio do Planalto a Sarney é "absoluto"

O título, de uma nota da Folha Online, que pode ser lida na íntegra aqui, já é, sozinho, altamente esclarecedor. Pra bom entendedor, absoluto significa incondicional, ou seja: não importa o que Sarney e sua família, agregados e apaniguados posssam ter feito, o ignorante que nos governa o sustentará. Até porque interessa que caia a casa, não só o caseiro.

sábado, 27 de junho de 2009

Sarney emprega "fantasma" ligada a Renan

A notícia, da Folha Online, pode ser lida completa aqui.

O menos que se pode dizer destes senhores é "uomini d'onore".

sexta-feira, 26 de junho de 2009

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Lula confessa preocupação

O título do post refere-se ao estado de espírito do ignorante que nos governa a respeito dos escândalos no Senado. Leia a notícia aqui.

Só tenho a dizer o seguinte: preocupado tô eu, pô!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Lula fala em dar dinheiro aos pobres e defende alta carga tributária

Leio n'O Filtro, que Mahmoud Ahmadinejad, presidente reeleito do Irã, é acusado de praticar uma espécie de "Bolsa Família à Iraniana", distribuindo dinheiro. Estranha coincidência, não?

terça-feira, 23 de junho de 2009

Senadores gaúchos dizem desconhecer atos secretos

Leia aqui as declarações de suas excelências, os senadores Paulo Paim, Pedro Simon e Sergio Zambiasi. Não sei por que, mas lembrei da expressão "saco de gatos".

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Conselho de Guardiães do Irã admite erro em 3 milhões de votos

O título do post – a matéria pode ser lida na íntegra aqui – contradiz declarações recentes do ignorante (no sentido de ignorar, não saber) que nos governa. Do alto de sua soberba, referendou a falcatrua do radical que os governa. Merecemos, brasileiros e iranianos, presidentes melhores.

sábado, 20 de junho de 2009

Mordomo de Roseana Sarney é pago pelo Senado

Mais uma vez o título não é meu. Que se há de fazer? O absurdo nasce pronto. A notícia, completa, você lê aqui. Agora sim, a palavra mordomia, no que diz respeito e graças aos senadores, adquiriu seu verdadeiros sentido.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Senado soma 650 segredos

O título do post não é meu. É de uma nota de veja.com, nota esta que você lê na íntegra aqui.

Quem mandou o Niemeyer projetar uma cuia invertida? Ela é capaz de abrigar (e esconder): 81 senadores, 650 segredos, sabe-se lá quantas falcatruas e maracutaias, e, ao que parece, nenhum pudor.